Como Funciona Uma Impressora 3D?

Com os avanços tecnológicos, já é possível imprimir plástico, metal, comida, órgãos biológicos e até hardware, mais para o publico maker, apenas 4 tipos básicos de impressoras são interessantes, conheça os principais tipos de impressoras comerciais, e veja o que é preciso entender para escolher a sua impressora.

As principais impressoras do mercados, estão divididas em 4 categorias

  • FDM – Fused Deposition Modeling.
  • DLP – Digital Light Processing.
  • SLA – Estereolitografia.
  • SLS – Selective Laser Sintering.

FDM

São impressoras mais comuns de serem encontradas, são as FDM, imagine uma impressora deste tipo, como sendo uma grande pistola de cola quente, ela aquece um filamento de material plástico, e vai depositando o material camada por camada do projeto, isso torna o processo rápido, de simples manutenção, além de que a matéria prima para o mesmo é bem barata, apenas um rolo de filamento plástico, que pode ser de diversos tipos de materiais.

As dicas para esse tipo de impressora são, leia atentamente os tipos de material suportados pela impressora, pois nem toda impressora utiliza os mesmos filamentos, geralmente as impressoras do mercado, mesmo as mais simples dão suporte aos materiais ABS e PLA, impressoras mais completas dão suporte a diversos tipos de filamentos, fique atento também a temperatura de trabalho de cada filamento.

DLP

São impressoras que utilizam uma espécie de projetor, que solidifica uma resina, essa resina vai se transformando em material rígido e ai sim formando a peça camada por cama, um processo muito bonito por sinal, onde a peça vai “nascendo” de cabeça pra baixo, esse tipo de impressora possui um custo um pouco mais elevado, um processo de manutenção um pouco mais complexo e uma matéria prima também mais cara, em compensação é um tipo de impressora de alta resolução, consegue criar peças com alto nível de detalhes como próteses dentárias e joias, o que não é possível com o uso de uma impressora FDM, mesmo Modelos FDM de alto custo no mercado, não chegam perto da resolução de DLP’s Mais simples.

a limpeza desse tipo de impressora, e o cuidado com o armazenamento do material, são indispensáveis para manter a qualidade da impressão.

Moonray by SprintRay

SLA

São impressoras semelhantes as DLP, mais usam um laser, e não um projetor, esse laser solidifica a resina, criando assim a peça, as diferenças entre uma e outra são muito pequenas e os cuidados entre as duas são semelhantes.

SLS

Impressoras dessa categoria, são em geral bem caras, muito utilizadas na indústria para criar protótipos funcionais de equipamentos, ela utiliza um lazer que solidifica um material, mais neste caso, o material é um pó, ele é depositado camada a camada, e além de solidificar, as impressora também vai eliminando os espaços vazios entre as partículas de pó, e isso termina gerando uma peça muito confiável e complexas, pelo fato de a impressora não perder material, os outros modelos de impressora, possuem o problema de ter que criar pedaços de impressão de sacrifício, chamados de suportes, eles são essenciais para manter a integridade da peça final, e isso requer retrabalho no final da impressão, no caso das SLS’s, esse retrabalho não existe, pois como a peça fica envolta em um bloco de material, ela fica livre da necessidade de suportes, o que ajuda muito no final da impressão.

Sinterit – Go Forward! by Sinterit

Considerações Finais

tendo conhecimento dos principais tipos de impressora, é possível agora escolher o modelo ideal, é importante ressaltar que uma impressora 3D, não foi feita para produção de peças em grande quantidade, mais sim para pequenas quantidades, protótipos ou no contexto do blog, para hobbies, estaremos disponibilizando modelos 3D para downloads aqui no blog, o que você acha de criar você também seus modelos 3D, comenta aqui no post.

Posts created 5

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Related Posts

Begin typing your search term above and press enter to search. Press ESC to cancel.